Resenha Base Efeito Matte da Vult


 Oi galeru, tudo bem com vocês? Eu espero que sim! Que saudade de fazer resenha de produtinhos baratinhos para vocês. Eu tenho testado várias coisas de farmácia, que o preço é super acessível e a qualidade é ótima, então pode ter certeza que vai rolar várias resenhas por aqui.

 Eu nunca fui de usar base no meu dia a dia pois sempre achei que ficava muito artificial, então sempre optava por usar corretivo e pó. Até que minha mãe comprou essa base da vult para ela, como eu adoro testar tudo, acabei pegando para testar. Gostei tanto que resolvi comprar uma para mim e testar de verdade. Após quase dois meses testando praticamente todos os dias, hoje vim aqui fazer resenha para vocês! <3


 O produto diz ser para peles oleosas e mistas, promete ter efeito Matte (fica bem sequinho na pele) e ser de longa duração. 

 A embalagem é em formato de bisnaga, como vocês podem ver. O que é ótimo, pois conseguimos colocar a quantidade certa, o produto não é desperdiçado e  conseguimos tirar tudo quando o produto já está acabando.

 Tem um cheiro bem suave característico de cosmético, me lembra bastante cheiro de álcool. Porém após a aplicação esse cheiro some completamente. 

 A vult acertou em cheio com esse produto, pois eles lançaram vários tons de base. Então fica super fácil para todos acharem seu tom certo. Acho super contraditório marcas brasileiras lançarem bases com poucos tons, pois o Brasil é um país com uma diversidade enorme de etnias. A cor que estou usando é a Bege 2, porém a cor certinha pra minha pele seria a Bege 3.


 Sua textura é bem fina, além de ser bem líquida facilitando muito na hora da aplicação. Nos meus testes pude perceber que ela absorve super bem na pele com diferentes tipos de aplicações. Já testei com pincel kabuki, com as mãos, com pincel duo fiber e esponjinha. Em todos, a absorção foi excelente.

 Pra mim, a cobertura dela é muito boa, creio ser uma cobertura  de leve para média. Por conta da sua textura bem leve, é possível aplicar duas camadas e ainda fica com um aspecto natural. Acho que esse é o ponto mais bacana da base, o quão natural ela fica na pele. Você pode olhar de longe ou super perto em um espelho com zoom, e você vai perceber que ela não acumula nos poros deixando esse aspecto super natural.


 Como vocês podem ver nas fotos acima, minha pele é um pouco avermelhada e com algumas espinhas. Normalmente ela não é tão avermelhada e cheia de espinhas assim, mas como estou no período crítico do mês, minha pele acaba ficando pior. Vocês podem ver também que a base cobre muito bem toda a vermelhidão e as olheiras, a única coisa que deixa a desejar é na cobertura das espinhas.

 Ela fica sim bem Matte, tanto que eu não sinto necessidade nenhuma de aplicar um pó por cima (por isso acho que pessoas com a pele seca não vão se adaptar muito bem a ela). Sobre a duração da base: ela dura bastanteeeee. No dia do CNB2016 (post sobre aqui) eu usei essa base, sai de casa as 8h da manhã e voltei somente ás 22h. A base continuou na minha pele, segurou muito bem a oleosidade e eu apenas tirei o excesso de oleosidade com um pedaço de papel lá no evento. Normalmente os lugares que saem mais rápido são o nariz e ao redor da boca.


 Vou dar nota máxima pra essa base por motivos de: estou realmente apaixonada por ela. Sua textura é bem leve, cobertura e duração excelentes para o dia a dia. Junto com a base Super Stay da Maybelline (resenha aqui), ela se tornou minha favorita.

 Lembro que paguei em torno de R$25,00 e vocês podem encontrar em lojas online, farmácias e perfumarias. E sim, vale cada centavo gasto! A quantidade que vem nela creio dar para uns 3 meses de uso contínuo, quando a minha acabar já vou correndo comprar outra.

 Eai galeru, já testaram essa base? Tem vontade de testar? Comentem aqui embaixo para mim, vou amar saber a opinião de vocês. Ah, e eu adoraria também que vocês deixassem sugestões de produtos baratinhos que eu deveria testar e resenhar aqui para vocês. Um beijo e até o próximo post! <3

 Me siga nas redes sociais: Instagram - Facebook - Twitter

Tag: Viciada em séries

Foto: Reprodução
 Oi galeru, tudo bem com vocês? Eu espero que sim! Eu sempre tive muita vontade de responder essa tag, porém sempre colocava outros vídeos e ideias na frente. Até que alguns dias atrás fiz uma maratona de vídeos com essa tag, consequentemente acabei ficando com vontade de gravar e é claro que não ia passar vontade, não é mesmo?

 Eu acho essa tag super bacana, pois além de ser uma forma fácil de descobrir séries novas, é super legal descobrir os gostos das pessoas relacionado a isso. Além de amar falar sobre esse tipo de assunto aqui para vocês. Então se quiserem descobrir um pouco mais sobre os meus gostos para séries é só apertar o play, ou clicar aqui e assistir diretamente no YouTube.

Para melhor resolução, assista em 1080p.

 PERGUNTAS DA TAG:
1. Qual a sua série favorita?
2. Qual série você indica para todo mundo?
3. Qual série tem o melhor figurino?
4. Qual foi a última série que você assistiu?
5. Já ficou triste com o final de alguma série?
6. Qual personagem você gostaria de ser?
7. Qual série você tem vontade de assistir?
8. Qual série você não tem vontade de assistir?
9. Você já assistiu alguma série só por assistir?
10. Pense em alguém, diga o nome dessa pessoa e fale uma série que vocês gostam em comum.

 SÉRIES CITADAS NO VÍDEO:
  Glee - Jane The Virgin - Supergirl (post aqui) - RuPaul's Drag Race - Once Upon A Time - The New Normal - Jessica Jones (post aqui) - Gotham - Stranger Things - Orphan Black - Breaking Bad - Sense 8 - Pretty Little Liars - Gossip Girl
 Eai galeru, gostaram da tag? Me digam quais seriam suas respostas para essas perguntinhas. Ah, e não esqueçam também de deixar sugestões de séries aqui nos comentários, vou ficar muito feliz. Um beijo e até o próximo post! <3 

 Me siga nas redes sociais: Facebook - Instagram - Twitter

Make + cabelo + look
inspirado na Rachel Berry

Foto: Reprodução
 Oi galeru, tudo bem com vocês? Eu espero que sim! Eu sei, sumi durante esses dois dias sem dar explicações para vocês sobre o BEDA. Bom, vou ser sincera com vocês e explicar a minha situação. Eu trabalho, faço um curso, cuido do blog e do canal (fora todas as outras redes sociais), ajudo a cuidar de casa, faço curso de inglês e ainda tenho que ter tempo para minha família, amigos e namorado, então vocês devem imaginar o quão cheia é minha rotina. Eu acreditei, como sempre faço, que conseguiria dar conta de postar todos os dias aqui para vocês, porém logo na segunda semana eu já estava sentindo o cansaço, tinham dias que eu ia dormir super tarde pois estava escrevendo ou fazendo qualquer outra coisa que não tive tempo de fazer antes pois estava escrevendo post para o dia. Esse tipo de projeto requer muito preparo antes e organização, coisa que não fiz pois decidi de última hora. Espero que vocês me entendam, e eu prometo me organizar para fazer isso em outro mês e realmente cumprir com o projeto todo.

 Bom, chega de enrolação e vamos direto ao assunto do post de hoje. Eu sou alucinada por Glee, e minha personagem feminina preferida com toda a certeza é a Rachel. Me identifico muito com o estilo de roupas dela, acho ela uma fofura e nem preciso dizer daquela voz perfeita, não é mesmo? Veio a calhar que estava conversando com a minha miga Amanda Oliveira sobre fazermos um vídeo juntas, logo decidimos fazer um vídeo inspirado em algum personagem de série/filme e adivinhem só, a Rachel me veio em mente super rápido. Procurei algumas fotos de inspiração e o resultado final vocês conferem no vídeo abaixo.

Para melhor resolução, assista em 1080p.

 Lista de produtos utilizados no vídeo:
    MAQUIAGEM
 - Base Matte da Vult na cor "Bege 02";
 - Corretivo Líquido Fit Me da Maybelline na cor "Claro";
 - Pó translucido da Zanphy;
 - Blush compacto da Vult na cor "08";
 - Lápis para as sobrancelhas da Dailus na cor "04 Claro";
 - Paleta de sombras Natural Ways da RK by Kiss New York;
 - Paleta de sombras Lovely Nude da Vult;
 - Lápis para olhos preto da Racco;
 - Lápis para olhos branco da Vult;
 - Máscara de cílios Curva e Volume da RK by Kiss New York;
 - Lápis para lábios da Koloss na cor "Capuccino";
 - Batom cremoso da Vult na cor "45".
    CABELO
 - Chapinha Diamond Flat Iron da Irresistible Me (resenha aqui);
    LOOK
 - Touca/boina vermelha (comprei em Campos do Jordão);
 - Blusa listrada da Blue Steel;
 - Saia preta (que na verdade é um vestido) da Blue Steel;
 - Meia-calça preta da Trifil;
 - Bota preta da Bottero.
 Eai, o que acharam do look completo? Eu super amei e já quero fazer outro vídeo nesse estilo para vocês! Se caso vocês tiverem alguma sugestão de personagens ou artistas para os próximos, é só deixar aqui nos comentários. Ah, e não se esqueçam de assistir ao vídeo da Amandinha, é só clicar aqui. Um beijo e até o próximo post! <3 

 Me siga nas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram

Resenha: Depois de Você - Jojo Moyes


 Oi galeru, tudo bem com vocês? Eu espero que sim! Se tem uma coisa que eu amo muito fazer porém tenho muita preguiça é ler livros, quem me acompanha há um tempo já até está cansada(o) de saber. E por esse motivo que acabei demorando um pouco para trazer a resenha deste livrinho lindíneo. Já fiz resenha aqui no blog sobre o primeiro livro dessa continuação, o "Como eu era antes de você" que você pode clicar aqui para ler. Eu acabei me decepcionando um pouco com o primeiro livro, por isso não criei muitas expectativas para este. Para essa resenha eu decidi fazer em uma nova estrutura, depois me contem nos comentários se gostaram! <3


Título: Depois de Você
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
ISBN: 978-85-8057-864-5
Páginas: 320
Sinopse: Quando uma história termina, outra tem que começar. Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

  PARTE VISUAL

 Hoje em dia é super fácil de se saber quais livros em uma livraria são da Jojo, pois suas capas seguem a mesma linha de design, e é claro que com a desse livro não seria diferente. Assim como o primeiro livro, a capa é super fofa e bem mais minimalista. A pombinha, que na minha visão seria o espírito de Will, está presente em ambas dando o significado ao livro. Gostei ainda mais dessa capa do que do primeiro livro, por conta desse aspecto mais limpo.


 NARRATIVA E ENREDO

 O livro se passa em 1ªpessoa, onde a Lou conta sua visão de tudo o que acontece na história. Porém em alguns momentos assim como no primeiro livro, temos a visão de alguns personagens sobre determinada parte da história. Isso é algo que eu gosto demais nesses dois livros, pois tem partes que nós sentimos muito a necessidade de saber qual é a visão e opinião de um personagem sobre tal acontecimento, e nisso a Jojo sabe muito bem em qual parte nós, leitores, precisamos desse troca troca hehe.

 Não sei se vocês vão achar que eu estou ficando louca, mas eu preferi e continuo preferindo ao segundo livro do que o primeiro. Calma, já vou explicar o porque. No primeiro livro, todo o enredo da história foi muito previsível para mim, tanto que comecei a ler o livro já sabendo qual seria o final e adivinha, eu acertei. E eu não sei vocês, mas eu não gosto nada de coisas previsíveis, principalmente livros, filmes e séries. Para mim tem que ser pique novela mexicana, cada hora uma reviravolta.   

 Depois de você tem exatamente essa pegada, é um livro que te surpreende, acontecem coisas que nós nunca seriamos capazes de imaginar. Em várias partes eu me pegava arregalando os olhos e colocando as mãos sobre a boca, pois estava #chocadaney com tudo o que estava acontecendo.


 PERSONAGENS E AUTORA

 Se tem uma coisa que eu amo nos livros da Jojo são os personagens e toda a singularidade que cada um deles tem. Muitos dos personagens presentes no primeiro livro permanecem, contudo sinto que a Jojo teve todo um cuidado em acrescentar personagens que acrescentariam de alguma forma na história (e com toda certeza acrescentaram).

 Em todo o livro a Lou nunca deixa de mencionar Will e conversar "com ele", além de nunca parar de  demonstrar o quão importante ele foi e sempre será em sua vida. Mas é muito bacana como a Lou consegue abrir um espaço no seu coração, por mais difícil que seja, para que novas pessoas se tornem especiais assim como Will foi.

 A escrita da Jojo é maravilhosamente gostosa, só quem já leu um livro dela sabe do que eu estou falando. É aquele tipo de livro que você não se cansa de ler e não vê a hora de terminar, pois está tudo muito interessante e divertido. Eu já disse isso, mas repito, com certeza a Jojo é minha autora preferida e já estou ansiosa para ler mais livros dela.


 MINHA EDIÇÃO

 A edição que comprei foi a primeira lançada em fevereiro deste ano, por isso senti que a linguagem do livro ficou extremamente fácil. Encontrei poucos erros de tradução e pontuação durante a leitura, mas nada que atrapalhe. Diferentemente do primeiro livro, que a minha edição estava cheeeeia de erros de tradução, pontuação e etc. 

 Outra coisa que gostei também foi toda a diagramação do livro, bem simples, porém super aconchegante ao ler. Como as folhas são amarelas, fica super difícil de os olhos se cansarem enquanto se lê, além de o tamanho das letras ser excelente.


 CONCLUSÃO

 Terminei este livro com um gostinho de quero mais, pois a história termina na metade assim como o primeiro livro. Eu gostaria muito que a Jojo escrevesse um "Depois de Você #2", pois na minha cabeça eu faço mil e uma conspirações sobre como foi a vida da Lou após aquele final. E não, o final não tem nada de "Nossa senhora, que final maravilhoso", é um final bem simples porém super fofo.


 Se vale a pena a leitura? Ô se vale! Fazia muito tempo que eu não me apaixonava e me envolvia tanto com uma personagem de livro, como me envolvi e me apaixonei pela Lou. Se você sentiu aquela necessidade de saber como foi a vida da nossa querida Lou após o Will, tenho certeza que você vai se sentir da mesma forma que me senti. E da para perceber o quanto gostei do livro nas fotos acima, pois colei vários post its nas minhas partes preferidas, ou seja, estava quase atacando o livro em um balde de tinta para marcar ele todo haha.

 Eai galeru, já leram este livro? Qual a opinião de vocês sobre ele? Ficaram com vontade de ler? O que acharam desse novo formato de resenha? Comentem aqui em baixo para mim, vou amar saber. Um beijo e até o próximo post! <3

Tag: Minha história em dez músicas

Foto: Reprodução
 Oi galeru, tudo bem com vocês? Eu espero que sim! Primeiramente queria pedir desculpas para vocês por ter atrasado este post, ontem foi aniversário do meu namorado, por isso resolvi ficar um pouco off e passar o dia com ele. O BEDA vai continuar sim, porém eu decidi fazer uma mudança para ficar mais tranquilo para mim, terão posts todos os dias de segunda a sexta, de final de semana decidi deixar livre para que eu não fique tão sobrecarregada e pode ser que ocorra alguns imprevistos como ontem, mas postarei no dia seguinte.

 Bom, quem me acompanha aqui no blog sabe a importância que dou para a música, e como ela tem um espaço muito grande na minha vida. Eu acho que a música é algo que está muito ligado a sentimentos e momentos em nossas vidas. Nós temos aquela música que lembre aquela pessoa especial, aquele momento especial e isso é lindo demais, né nom? Quando vi essa Tag fiquei louca para responder, pois achei muito minha cara. Então se quiser saber quais músicas contam a minha história, é só continuar lendo este post! <3


Uma música que te lembre um momento bom: O Rappa - Pescador de Ilusões


  Lembro como se fosse ontem a minha felicidade na minha formatura do ensino mésio de não precisar mais conviver com pessoas que eu não me faziam bem, de estar fechando mais um ciclo da minha vida. Sempre que escuto essa música lembro desse momento, e para mim ela tem somente esse significado.


Uma música que defina sua vida: Tiago Iorc - Dia Especial


 Eu não diria que essa música define minha vida, mas sim que ela transmite todo o meu pensamento sobre esse mundo que é tão frio e cruel. Sempre acredite e acredito que o amor pode curar tudo, que a gentileza é algo que devemos deixar presentes nas nossas vidas 100% do tempo, e eu me esforço muito para continuar acreditando e vivendo dessa forma.


Uma música que te faz dançar na balada: MC Marcinho - Glamurosa


 Eu não sou muito de ir em balada, na verdade nunca fui e não tenho vontade nenhuma de ir. Mas sempre quando eu vou para alguma festa de casamento, festas assim, eu adooooro quando toca funk haha. Porque aqui a gente não tem preconceito nenhum, todo o tipo de música e cultura são válidos. E duvido que quando você não escuta algum funk fique parado na cadeira de cara fechada! Fora que esses funks antigos são a coisa mais dançante do mundo.


Uma música que foi tema de algum relacionamento: Hoobastank - The Reason


 Eu tenho várias músicas que me lembrem o meu namorado e toda a nossa história juntos, uma delas é essa da banda Hoobastank. Essa música é bem antiga, lá da época em que ser emo era super ~cool~ (quem também era? o/ haha), porém eu amo ela até hoje. A letra é super sentimental e ela demonstra tudo o que sentia no começo do meu relacionamento com o Igor, e sinto até hoje! <3


Uma música que sempre te faz chorar: Ed Sheeran - Give Me Love


 Eu poderia colocar todas as músicas do Edinho aqui, porque a maioria delas me faz chorar haha. Na verdade eu sou uma manteiga derretida, choro por qualquer coisa e qualquer música. Por isso minha lista de músicas que me fazem chorar é bem maior que minha lista de músicas que me fazem ficar animadona. 


Uma música que seria toque do seu celular: Linkin Park - Numb


 Se você nunca viu essa música como toque de celular de alguém, por favor se pronunciei, pois eu conheço um monte de pessoas que só colocavam essa música como toque inclusive euzinha. Já coloquei até como despertador, foram dias muito engraçados pois eu sempre acordava super assustada! haha


Uma música que você gostaria de tatuar: Coldplay - Fix You


 Uma música que eu gostaria de tatuar na minha testa a letra toda haha. Mas sério gente, essa música fez tanto parte da minha vida em todos os momentos, me dando motivação para sempre continuar lutando por tudo aquilo que eu acredito, que eu super marcaria ela na minha pele para ser eternizada. 


Uma música que te deixa com vontade de ficar com alguém: Rihanna - Needed Me


 Gente, escutem essa música e me diz se essa ela não tem um ritmo meio sexy? Pois é, desde a primeira vez que escutei essa música eu tenho esse tipo de sentimento por ela. Sem contar que a voz da Rihanna por si só já é bem envolvente!


Uma música que vocês está viciado agora: Adele - Send My Love


 Eu amo essa mulher, gente. Acho a voz dela perfeita e amo praticamente todas as músicas dela. Essa música em especial eu tô viciada a um mês já e teve dias que eu só escutava ela em looping infinito. <3


Uma música que faz as pessoas lembrarem de você: Linkin Park - Burn It Down 


 Esse foi o tópico mais difícil da Tag para mim, normalmente as pessoas não me mandam músicas falando: "Escuta essa música, lembrei muito de você!". Mas eu lembro de o meu namorado dizer que sempre que escutava essa música, ele lembrava de mim, pois eu amo demais Linkin Park e teve uma época que meu Tumblr tinha uma playlist que rolava automaticamente quando alguém entrava lá, e essa música era a primeira. Então sempre quando eu mandava o link para ele ler os textos, essa música que tocava. <3

 Eai, se identificou com alguma música? Quais seriam suas respostas? Comente aqui em baixo para mim, vou amar saber a opinião de vocês. Um beijo e até o próximo post! <3 

 

Use a hashtag
#GaleruDaGabi
no instagram e apareça aqui. Confira todas as fotos!
EAI, GABI?
Direitos reservados 2013/2016 ©
Desenvolvido por Laíza Cabral.